Defesa Civil vai enviar alerta de desastres naturais pelo celular

Defesa Civil vai enviar alerta de desastres naturais pelo celular

Qualquer pessoa que estiver em uma das localidades atendidas pode se cadastrar, mesmo não tendo recebido a mensagem e não sendo morador da região, desde que informe um CEP do local atendido.

No total 1.942.528 assinantes já utilizam o serviço, já foram enviados 1.775 alertas e enviadas 24.851.355 mensagens de texto nos estados participantes (Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo e Rio Grande do Sul). Em 18 de dezembro o serviço começou a ser oferecido no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo. "Temos buscado tecnologias que permitam à população estar informada de forma preventiva", destacou o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, na ocasião do implantação da terceira fase do sistema.

Nesta segunda-feira (15), mais três estados brasileiros passam a dispor do serviço, que é gratuito.

Após a finalização do cadastro, os usuários são informados que o celular está apto a receber alertas de inundações, alagamentos, temporais, perigo de deslizamentos de terra, entre outros, e recomendações da Defesa Civil. "Com a informação, com a tecnologia, podemos poupar vidas e diminuir todos os impactos dos desastres naturais que acontecem pelo Brasil". Nos seis estados onde o serviço já está em funcionamento, já são 1,8 milhão de celulares cadastrados.

Coordenado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do Ministério da Integração, o sistema está sendo implantado em parceria com a Defesa Civil dos Estados e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Ele salienta, ainda, a importância da participação popular junto à Defesa Civil da sua cidade, justamente para conhecer quais medidas devem ser adotadas diante do recebimento de um alerta dessa natureza. "Podemos enviar tanto alertas para vários municípios ao mesmo tempo, quanto específicos, por exemplo, somente à população de Coxim informando sobre o nível alto do rio Taquari e orientando a população ribeirinha de como agir", exemplifica o coordenador-adjunto da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Fábio Catarinelli. "Para se cadastrar responda para 40199 com CEP de interesse".

Ao receber a mensagem, o cidadão interessado em receber os alertas deverá responder com o Código de Endereçamento Postal (CEP) de interesse. Lembrando que é possível cadastrar mais de um CEP.

Para ter acesso ao serviço gratuito, basta responder ao SMS que deverá ser enviado pelas operadoras de telefonia contendo a seguinte mensagem: "Defesa Civil Nacional informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de áreas de riscos".

"Não se trata de mensagens de previsão do tempo, somente dos alertas quando precisarmos avisar a população para uma situação extrema", explica o coordenador-adjunto da Defesa Civil.

Até março, o serviço vai ser ampliado para todo o país. Em 19 de fevereiro, será a vez do Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins.