População deve ficar em alerta, sugere Defesa Civil — Chuvas na região

População deve ficar em alerta, sugere Defesa Civil — Chuvas na região

A prefeitura da capital recomendou que moradores fiquem em casa e decretou situação de emergência.

Plantão:199 Recomendações A Defesa Civil estadual recomenda que os moradores evitem contato com água e dirigir em locais alagados.

Em um bairro da capital catarinense, um prédio foi inundado e os carros do estacionamento chegaram a ficar parcial ou totalmente cobertos de água devido a um rio que transbordou nas proximidades. Em São João Batista, na Grande Florianópolis, Gabriele Lopes, de 8 anos, morreu nesta quarta, depois que uma árvore caiu sobre o telhado da garagem onde brincava. Abrigos foram abertos. Uma menina e um homem de 59 anos morreram e outros dois homens estão desaparecidos. Já em Balneário Camboriú, no litoral norte do Estado, um haitiano de 34 anos sumiu depois de ter sido arrastado pela correnteza na direção de um bueiro.

Boletim da Defesa Civil da manhã desta quinta indica que alagamento e deslizamentos de terra foram registrados ainda em Lauro Muller, na região da Serra do Rio do Rastro, Imbituba, Braço do Norte, São José, São João Batista, Biguaçu, São Francisco do Sul, Penha, Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Bombinhas, Navegantes, Taió, Camboriú, Porto Belo, Governador Celso Ramos e Tijucas. Os municípios da região registraram mais de 30 minutos de chuva forte, o que causou alagamentos em pontos críticos destas cidades. Do início da semana até as 7 horas desta quinta, foram 400 mm de chuva. "Mas Paraná e Santa Catarina quase não terão trégua da chuva até a sexta-feira", noticiou a Climatempo.

O sargento Claudio Silvino da Silva, coordenador da Defesa da cidade, diz que choveu cerca de 180 milímetros nas últimas horas e que o órgão está contabilizando todos os prejuízos.

O plantio da safra de verão está praticamente concluído, mas muita umidade neste momento pode favorecer o aparecimento de doenças, de uma forma geral, e também prejudica os trabalhos de colheita nas lavouras mais avançadas. O rio das Ostras chegou a sair da calha.

O Vórtice Ciclônico de Altos Níveis não perdeu força no Nordeste - houve apenas a migração desse sistema. Assim, os volumes devem se manter, nos próximos dias, isolados para o Maranhão, o Piauí e todo o litoral nordestino. A Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina emitiu ontem, alerta para possibilidade de alagamentos, inundações e deslizamentos.

Segundo a Prefeitura de Florianópolis, a Defesa Civil está priorizando o monitoramento de áreas com mais risco e as vias públicas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, um homem de 49 anos, morador do Morro do Quilombo, em Florianópolis, está desaparecido.