Bruxelas perde direito de sediar Eurocopa de 2020 e Londres assume jogos

Bruxelas perde direito de sediar Eurocopa de 2020 e Londres assume jogos

A reunião desta quinta-feira do Comitê Executivo da Uefa definiu mudanças em relação aos palcos da edição de 2020 da Eurocopa. O estádio de Wembley, eleito como "substituto" do projectado recinto de Bruxelas, será palco das meias-finais e final.

Bruxelas foi excluída da lista de 13 cidades que vão albergar o Euro 2020, devido aos sucessivos atrasos no arranque da construção do Eurostadium. Assim, essas partidas vão ser realizadas em Wembley.

A partida de abertura, que Bruxelas cogitava receber, acontecerá no Estádio Olímpico de Roma.

Assim, segundo o sorteio hoje realizado, Roma (Itália) e Baku (Azerbaijão) acolherão jogos do Grupo A, São Petersburgo (Rússia) e Copenhaga (Dinamarca) do B, Amesterdão (Holanda) e Bucareste (Roménia) do C, Londres (Inglaterra) e Glasgow (Escócia) do D, Bilbau (Espanha) e Dublin (Irlanda) do E, e Munique (Alemanha) e Budapeste (Hungria) do F.

Os palcos dos outros grupos da Eurocopa também estão definidos.