Portugal empata com os EUA e goleia na solidariedade

Portugal empata com os EUA e goleia na solidariedade

Portugal empatou (1-1) hoje com os Estados Unidos, num particular de preparação para o Mundial 2018 de futebol em que o seleccionador Fernando Santos deverá ter tirado poucos registos positivos da sua equipa, que esteve sempre em 'modo treino'. Depois disso, a equipa das quinas equilibrou e Gonçalo Paciência (um dos estreantes da noite juntamente com Ricardo Ferreira e Rony Lopes) atirou mesmo uma bola à barra.

Aos 21, McKennie, jovem meia-atacante do Schalke 04 que fazia sua estreia pela seleção, recebeu de Sapong na entrada da área, limpou o marcador e bateu firme no canto do goleiro Beto para abrir o placar.

O duelo com o Estados Unidos vai ser o último da seleção nacional em 2017, numa fase em que já prepara a participação no Campeonato do Mundo da Rússia, tendo a receita do jogo, à semelhança do que aconteceu no Portugal-Arábia Saudita, revertido para as vítimas dos incêndios, que, recentemente, atingiram o país.

Àquela altura, os Estados Unidos venciam por 1 a 0. Até ao final do encontro, o resultado não mais mexeu. Ainda assim, não conseguiu derrotar a formação norte-americana.

No entanto, na jogada seguinte Portugal acabaria mesmo por sofrer um golo após uma dupla desatenção de Ricardo Ferreira. Mas Horvath fez bem pior, num frango nascido de um cruzamento inofensivo de Antunes, aos 31.

Na Cidade do Futebol, em Oeiras, nos primeiros 15 minutos do apronto, que foram abertos à comunicação social, o selecionador nacional dividiu os jogadores de campo em dois grupos e, durante esse período, efetuaram os habituais exercícios de aquecimento, sempre com bola.

Gonçalo Paciência entrou determinado em marcar na estreia e por diversas vezes tentou rematar à baliza de Hamid.