"Foi surreal, não tenho palavras" — Miguel Oliveira

Fazendo jus ao proverbio popular, Miguel Oliveira conquistou hoje, no circuito Ricardo Tormo em Valência, a sua terceira vitória consecutiva no Mundial de Moto2 2017, depois de subir ao lugar mais alto do pódio na Austrália e Malásia. Foi mais uma exibição de superioridade por parte do piloto português, que levou mesmo o jornal 'AS' a deixar uma espécie de aviso à navegação para a próxima temporada.

Já Miguel Oliveira, com o quarto lugar na qualificação, ao rodar em 1m35,182s, vai ocupar o primeiro lugar da segunda linha da grelha para a última corrida da temporada que domingo terá lugar em Valência. De resto, na mesma peça, a determinado momento o 'AS' escreve que em Cheste se temeu por uma corrida "aborrecida", que o português tratou de. Mas quando o espanhol foi ultrapassado por Miguel Oliveira, o italo-brasileiro sabia que as KTM "iriam chegar".

A distância encurtou, Oliveira colou-se ao campeão do mundo - com Brad Binder já também em lugar de pódio.

Miguel Oliveira fechou a época da melhor maneira possível com vitórias nas últimas três provas da época vincando a sua candidatura à vitória no Moto2 no próximo ano, com a KTM também a ter seis pódios nas últimas três corridas. "Desta vez não fiquei atrás dele e passei-o logo e tentei depois ganhar alguma vantagem", salientou.