Ataques contra último reduto do EI na Síria matam 50 pessoas

Ataques contra último reduto do EI na Síria matam 50 pessoas

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos indica que o local foi alvo de três ataques e que entre as vítimas estão cinco crianças.

Pelo menos 53 civis morreram esta segunda-feira no bombardeamento de um mercado de Atareb, cidade síria controlada pelos rebeldes que combatem o regime e situada numa das chamadas "zonas de distensão" no norte da Síria, anunciaram ativistas.

Os bombardeios aéreos e o fogo de artilharia também deixaram dezenas de feridos e o número de mortes pode aumentar, já que muitos dos feridos estão em estado grave e há pessoas desaparecidas, segundo o OSDH.

A organização, que tem sede em Londres, não confirmou se os bombardeios foram realizados por aviões da Rússia ou do governo da Síria, que atuam em áreas controladas por insurgentes.

Uma dessas regiões inclui a província de Idleb e parte das províncias vizinhas de Hama (centro), Alepo (norte) e Lattaquia (oeste).