Vitória perde para o Avaí e segue na zona de rebaixamento — Brasileirão

Vitória perde para o Avaí e segue na zona de rebaixamento — Brasileirão

Williams lançou Júnior Dutra em profundidade, o atacante foi mais rápido que a defesa, driblou o goleiro Fernando Miguel e só empurrou para as redes vazias.

Desta forma, o Rubro-Negro, que sairia temporariamente da zona de rebaixamento com o triunfo, afundou-se ainda mais nela.

O Vitória tentava desde os primeiros minutos impor o seu ritmo dentro do Barradão. "Fico feliz. Graças a Deus iniciamos o segundo turno com pé direito, um jogo fora de casa, confronto direto".

Com o resultado, o Vitória foi ultrapassado pelo Avaí e desceu uma posição na tabela, para a 19ª colocação, com 19 pontos e pode ver a distância para o primeiro clube fora do Z-4 aumentar para até 6 pontos.

Melhor para o visitante, que jogava de forma cautelosa apostando no contra-ataque, que na sua única descida mais aguda em todo o jogo, acabou fazendo o único gol da partida. O auxiliar próximo ao gol marcou o pênalti, que gerou bastante reclamação dos catarinenses.

Aos 26 minutos, Neílton partiu para a cobrança da sua maneira característica, com uma leve paradinha, mas na finalização, a bola passou por cima do gol.

Três minutos após o pênalti, Neílton recebeu cruzamento e chutou frente a frente com o arqueiro do Avaí, que fez grande defesa.

Aos 29 minutos da segunda etapa, Willians deu passe açucarado sobre a zaga adversária e Junior Dutra teve tempo de dominar a bola e finalizar para o gol.

O principal destaque da noite foi Neilton, que teve a chance de abrir o placar para os donos da casa ainda no primeiro tempo, quando cobrou uma penalidade para fora. Na primeira oportunidade, aos sete minutos, Patric recebeu, cortou a marcação já dentro da grande área e tentou bater no cantinho do goleiro Douglas, mas jogou para fora. As próximas duas partidas do Avaí serão novos confrontos diretos contra a degola do Brasileirão, contra São Paulo (17º colocado) e Chapecoense (16º).

VITÓRIA: Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Bruno Bispo e Juninho; Ramon, Uillian Correia (Jhemerson, aos 33'/2ºT) e Patric (Danilinho, aos 24'/2ºT); David (Júnior, aos 30'/2ºT), Neilton e Tréllez.

Avaí: Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Luan, Simião e Pedro Castro (Luanzinho); Junior Dutra (Diego Tavares), Willians (Maurinho) e Rômulo.

Gols: Junior Dutra (A), aos 29' do 2T. Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer (trio de MG) Local: Barradão, em Salvador (BA) Público pagante: 10.981 pagantes Renda: R$ 165.389,00.