Dicas de presentes para o Dia dos Pais

Dicas de presentes para o Dia dos Pais

"Queremos facilitar a vida dos consumidores que terão opções de datas para ir às compras e garantir o presente dos pais e também dos comerciantes que terão mais tempo para trabalhar", explica Itacir Nozella, presidente do Sincomércio. No ano passado, a previsão para a mesma época era de um aquecimento nessa área da economia de R$ 93 milhões.

O Dia dos Pais chega com expectativas otimistas em 2017.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que o próximo Dia dos Pais deve movimentar R$ 5,2 bilhões, uma alta de 3,1% na comparação com o mesmo período de 2016, já descontada a inflação.

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho revelam que, pelo quarto mês seguido, foram geradas mais vagas de trabalho do que demissões em Mato Grosso. "Isso é fundamental para o comércio se recuperar", comemora Jonas Alves.

O comércio de Cuiabá deve ter um aumento nas vendas de aproximadamente 5% para o Dia dos Pais, segundo estimativa da Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC). O valor foi divulgado ontem e também representa 8,3% de todo o faturamento do setor esperado para o mês de agosto. A lista segue com artigos de uso pessoal e doméstico, como utilidades para o lar e eletrônicos (R$ 712,3 milhões ou 12,5% do total) e vestuário e calçados (R$ 656,3 milhões).

As maiores quedas de preços na cesta de produtos e serviços para o Dia dos Pais foram encontradas pela CNC em bens de consumo duráveis, como microcomputadores (-16,3%), aparelhos telefônicos (-9%), relógios de pulso (-3,5%), além de aparelhos de som (-2%) e TVs (-1,7%). Em Salvador, os smartphones ainda figuram na preferência para a data.